Ano Novo 2008

Artur Júnior dos Santos Lopes

 Reflexionando sobre as realidades sociais experimentadas hoje em nosso mundo, e lendo a introdução do texto Além do Bem e do Mal (Frederich Wilhelm Nietzsche), escrita por Mauro Araújo de Souza, na edição da Martin Claret no ano de 2004, deparei-me na página 22 com as palavras:

“Para entender o filosofo é necessário compreender o que é um: ‘espírito livre’ o que significa essa busca de liberdade interior que se rebela contra toda a autoridade e crença. E ninguém pode atingir essa condição sem impor a si mesmo uma rigorosa disciplina, pois estará em constante luta contra os controladores de instituições, contra os valores por elas utilizadas.”

E ainda:

“A preocupação de Nietzsche é com a transvaloração dos valores”.Daí minha inspiração para este texto. Neste ponto pude depreender que: está nas mãos “dos Alquimistas” a missão de transvalorar os pérfidos valores hegemonizados nas sociedades. Valores estes que estão longe de atender: as demandas sociais. As demandas do ser humano. As demandas do planeta. As demandas, se nos for possível conhecer, Universais.Que neste ano vindouro, o Grande Arquiteto do Universo, que é Deus, nos dirija para o cumprimento de nossa missão, que nos de força para empunharmos nossas espadas na defesa do que seja justo, honesto e que nos proteja enquanto nos empenhamos nesta empreitada.No balanço final, deste período, posso dizer que 2007 foi um grande marco em minha vida. Neste ano aprendi muito. Amadureci. Descobrir como encarar a vida com responsabilidade e coragem.Agradeço a todos que, de uma forma ou de outra, ombrearam comigo. Que de alguma forma me ajudaram; que me ensinaram e que comigo aprenderam. Desejo que em 2008 tenhamos ainda mais trabalho, mais lições e que continuemos nesta eterna construção.

Grande beijo e abraço pra vocês e seus familiares.

Muito obrigado!

Feliz 2008!

Porto Alegre, 31 de Dezembro de 2007.

Comments